fbpx

Uma das novas funções mais importantes do Ableton 8 é a possibilidade de criar e aplicar grooves tanto em áudio quanto em Midi.

Outros posts da Série – Novas Funções do Ableton Live 8:

Série – Novas funções do Ableton Live 8 – Vocoder
Série – Novas funções do Ableton Live 8 – Controle dos Faders
Série – Novas funções do Ableton Live 8 – Integração entre Itunes e Ableton

    No meu primeiro curso de produção musical, aprendi como usar o Reason em Rewire com o Cubase ou Logic, prinpalmente pelas possibilidade de controle de groove daquele software.

    Qual é a definição de groove?

    Quando um músico toca um instrumento um “groove” natural é criado (o artista não toca na mesma posição e nem com a mesma força). Dependendo do estilo de música, humor ou habilidade de tocar em sincronia com os outros artistas, dentro destas possibilidades o groove pode variar infinitamente.

    Muitos produtores quando gravam instrumentos ou tocam sintetizadores tem a tendência de colocar todos os elementos sem groove, fazendo o quantize para o grid de 1/16. Isso pode funcionar, mas também pode passar a impressão de que um robô que está tocando.

    A resposta para isso é aplicar groove, assim a sua produção vai soar mais humana. Na versão 8 do Ableton, existe a possibilidade de aplicar groove tanto em Midi quanto em áudio.

    Existem diversas maneiras de aplicar groove:

    • Presets;
    • Com a criação do seu próprio padrão;
    • Extração do groove de Midi ou áudio.

    Livraria de Grooves do Ableton

    O Live 8 já vem com diversos presets de groove. Alguns deles são de natureza musical e outros foram extraídos de softwares e hardwares que são famosos pelo seu swing.

    Você pode carregar quantos grooves quiser para o “groove pool”. Não se preocupe pois até agora, eles não estão “afetando” o seu projeto.

    Ableton_8_groove

    Como fazer o preview e aplicar o groove

    Uma vez carregado o groove pode ser arrastado para qualquer clip de áudio e Midi (você deve jogar em cima), o efeito pode ser analisado de uma forma não destrutiva, isso significa que nenhuma mudança permanente vai afetar o som até você aplica-lo.

    No lado esquerdo do editor de clips, tem agora uma área para controlar o groove, com um menu e o botão “Commit” (No contexto de ciência da computação e gerenciamento de dados, commit refere-se à idéia de fazer um conjunto de mudanças permanente). Isso mostra qual é o groove atualmente associado ao clip de áudio ou Midi.

    controle do groove

    Você deve ter percebido que agora é possível escutar o groove funcionando mas sem ver mudanças visuais. Para mover o áudio ou Midi você precisa apertar o botão “Commit”.

    Esse sistema torna fácil a comparação entre vários grooves em tempo real.

    Parâmetros do Groove

    Quando um groove é carregado no groove pool, você vai perceber que existem diversos parâmetros para serem controlados. Esses diferentes valores vão ajudar você a moldar o som.

    Parâmetros:

    • Base: Seleciona a resolução de como o groove vai trabalhar. A variação fica entre ¼ até 1/32. A maioria das pessoas vão ficar felizes em usar 1/16 que também funciona bem com padrões de bateria;
    • Quantize: Mede em % quanto groove vai ser aplicado ao clip. 100% os clips vão se encaixar no grid definido pelo “Base” e com 0% nenhuma mudança vai acontecer;
    • Timing: Mede quando groove vai ser aplicado no clip, ele trabalha em conjunto com o Quantize.
    • Random: Esse parâmetro, introduz modificações ao acaso, esse parâmetros é muito útil para humanizar uma performance rígida.
    • Velocity: Controla o volume das notas, com valores mais altos, você vai ter mais variações.

    Extração de grooves

    Extrair grooves é mais simples que parece, você só precisa arrastar o clip para o groove pool ou com o botão direito dar o comando “Extract groove”.

    Dica:

    • Os grooves podem ser aplicados também em grupos, com isso você não vai precisar aplicar em um clip por vez;
    • É possivel usar 2 ou 3 bons grooves em uma mesma música.

    Fonte: http://audio.tutsplus.com/