O The South by Southwest® (SXSW®) é um conjunto enorme de conferências e shows, a última edição (vigésima quarta) aconteceu em Austin/Texas nos dias 12 a 21 de março, lá os participantes foram bombardeados por uma convergência de música, filmes independentes e tecnologias emergentes.

Para nossa felicidade, o James Feeler, estava lá e capturou alguns dos melhores momentos do festival, vou reunir aqui no site 5 vídeos em um série especial. Particularmente eu fiquei impressionado com a performance desses caras, isso sim são verdadeiros Live Pas.

Neste e nos próximos artigos você vai conhecer os seguintes artistas:

  • Deadelus;
  • Eskmo (não é o do Psy);
  • Flying Lotus;
  • The xx;
  • Copacabana Club.

Por que você gostou do The South by Southwest® (SXSW®) por James Feeler?

O melhor do festival é o fato de você estar em uma cidade com uma centena de clubs e bares com vários palcos espaços tocando sem parar quase que o tempo todo. É uma imersão e ao mesmo tempo um garimpo, uma quantidade enorme de apresentações com uma organização muito boa. Bandas que estão se consagrando na cena, as que estao começando, músicos que não estão nem aí tocando na calçada, no meio da 6th street, em baixo de marquízes de alguns prédios, em sacadas de outros, na lanchonete que você ta devorando um hamburguer, ou na fila do carrinho de hot-dog; em todo o lugar mesmo e em vários estilos diferentes e alguns sem se preocupar nem um pouco no que vai dar tudo aquilo, tocando apenas pelo amor a música.

Quem sobe no palco do SXSW, sobe pra mostrar o seu melhor, não precisa ter apelo comercial porque tem o melhor dos mundos para um músico mostrar seu projeto, uma platéia louca por música e preparada para ouvir a esquisitice que for. Isso realmente é um dos pontos altos daquela cidade e de todo o festival. Os painéis e workshops são um capítulo a parte, temas atuais, muito bem escolhidos e convidados que são referência mundial como Bob Ludwig em masterização por exemplo, para passar suas experiências e conhecimento para os inscritos. Procure a discografia do Bob Ludwig por exemplo e você vai entender oque eu estou dizendo. Austin vira simplesmente o Planeta Musica.

Conheça Deadelus por James Feeler:

Deadelus é um expert em produzir e se apresentar com o Monome, e usa seus conhecimentos de multi-instrumentista para dominar  sua apresentação tocando o monome como um instrumento tradicional e fazendo a sua apresentação explodir em alguns momentos e levar o público a euforia em vários momentos do seu set.

A partir do 1:15s da para perceber que ele está usando o Monome com a técnica similar, a apresentada ontem neste tutorial (que permite você fazer o mesmo com a APC ou Launchpad).

Como você acha que a música eletrônica deve ser apresentada ao vivo?