O sonho de qualquer DJ é o de conseguir colocar todos os equipamentos necessários para uma apresentação no bolso, não que com esse set-up diminuto o artista vá se apresentar em um clube, mas essa ferramenta serve muito bem para treinar uma mixagem,  passar o tempo na fila do banco, em uma viagem de carro ou mesmo no consultório do dentista.

Quando a Apple lançou o sistema operacional 3.0 do I-phone eu fiquei bem animado com as novas possibilidades, mas depois descobri que ele não permite o acesso da livraria do I-tunes por outros aplicativos. Essa é na verdade o grande problema do Quixonic, o usuário para criar um repertório vai precisar carregar as músicas no próprio aplicativo – com um software disponibilizado pela empresa.

Como o I-phone só tem uma saída de stereo, o aplicativo divide a saída em: lado direito (mix) e lado esquerdo (preview). Com isso para “tocar” vai ser necessário fazer um enjambre:

  1. Conectar um cabo p2 / rca na saída do I-phone;
  2. A saída do lado direito (mix), deve ser conectada em um cabo para transformar esse RCA em dois RCAs (cabo vendido em qualquer loja de eletrônicos);
  3. A outra saída deve ser conectada em um cabo para transformar o RCA em um conector P2 ou P10 fêmea para ligar o headphone.

O “DJ” que fez a mixagem neste vídeo não é dos melhores, mas fica fácil de perceber o potencial do aplicativo.

Estou muito ansioso para colocar as mãos neste aplicativo, as minhas viagens de carro (quando eu estiver de carona), nunca mais vão ser iguais.

Você acha que o I-phone tem o potencial de se transformar em uma ferramenta para DJs?

Fonte: http://www.synthtopia.com/