O meu nível de expectativa em relação ao lançamento do Max for Live, entre 0 a 10 é de 11.

Em partes pelas alternativas que ele vai abrir em relação a sintetizadores e efeitos, mas uma grande porcentagem da minha apreensão, é por causa das possibilidades de controlar efeitos e fontes de vídeo (que não é o caso desses vídeos).

Estes dois exemplos a baixo não são muito musicais, mas servem como um bom tira gosto de efeitos que vão ser possíveis criar.

Efeito de Glitch

Esse outro exemplo não foi construído no Max for Live, mas demonstra as possibilidades do MAX/MSP.

O Quadrange estava tentando criar um sintetizador granular e acabou sem intenção criando esse efeito de Glitch, que tem alguma similaridade com o Vst grátis para Windows Glitch.

Tenho certeza que a linha de aprendizado no Max for Live não vai ser rápida e curta, mas mesmo para quem não quer aprender a programar nele, vai valer a pena mexer em devices prontos.