No começo do ano, o Google anunciou o Google Wave, causando um grande alvoroço entre os desenvolvedores de sites/aplicativos para web e também em muitos usuários de Internet, que rapidamente perceberam o grande potencial desta nova tecnologia.

gwave1

O vídeo abaixo é uma paródia do filme Pulp Fiction, de uma forma tragicômica você pode ver as principais funções deste aplicativo, que promete mudar a forma que nós lidamos com a internet.

O Google Wave combina aspectos que abrangem: e-mail, mensagem instantânea, wiki, chat, rede social, organização de projetos. Tudo isso em um simples aplicativo.

Ele vai facilitar a comunicação entre amigos, colegas de trabalho e empresa/cliente.

Destaques do Google Wave:

  • Tempo real: Ele funciona em tempo real em várias instâncias. Por exemplo: você pode ver o que alguém está teclando, caracter por carácter. Com isso você não precisa esperar a outra pessoa terminar a sentença para ir criando a resposta.
  • Embeded Code: Como os vídeos do Youtube ou o player do Soundcloud, você vai poder colocar aplicativos do Google Wave em qualquer blog ou site.
  • Aplicativos e extensões: Aplicativos podem ser construídos por desenvolvedores. Dessa forma as possibilidades vão quase ao infinito. Vai ser possível criar desde redes internas para empresas até jogos on-line complexos.
  • Funcionalidade de wiki page: Qualquer coisa escrita com o Google Wave, pode ser editado por outra pessoal (que você convide para a sua “Wave”). Com isso os outros usuários podem corrigir informações, inserir links, detalhes ou simplesmente fazer um comentário.
  • Código aberto: O código fonte está disponível para desenvolvedores, por isso em poucos meses você vai ver o Google Wave em muitos sites e aplicativos.
  • Linguagem: Google Wave pode corrigir em tempo real a gramática e 0rt0grafia. Melhor que isso a sua escrita pode ser traduzida para qualquer língua em tempo real.
  • Drag and drop de arquivos: Você não vai mais precisar de anexos, só jogue na janela os arquivos para os outros usuários terem acesso.

Você quer usar o Google Wave? Eu também.

Infelizmente a Google só liberou por enquanto 100.000 senhas para os primeiros sortudos que se inscreveram. Eu estou na longa fila, esperando com ansiedade uma oportunidade de colocar as mãos neste novo universo. Tenho certeza que blogs e instituições de ensino não vão mais ser iguais, depois da passagem desta onda.

Clique aqui para fazer a sua inscrição no Google Wave

O maior problema do Google Wave, é que os usuários vão precisar aprender uma série de definições e conceitos, segue uma lista com alguns deles:

  • Wave: Uma “wave” refere a uma conversa. Que pode ser entre uma pessoa, várias pessoas ou também com robôs (veja abaixo);
  • Wavelet: Uma “wavelet” é uma conversa, mas neste caso ela se parece mais como troca de mensagens instantâneas (com o Msn);
  • Blip: o Blip é menor que um “wavelet”, pois é apenas um mensagem;
  • Document: O documento refere-se ao texto dentro de um blip;
  • Extension: Uma extensão é um mini-aplicativo que trabalha com o Wave. Existem dois tipos principais de extensões: Gadgests e Robots.
  • Gadgets: São aplicativos que os usuários podem usar.
  • Robots: Robôs são participantes automatizados de uma wave. Eles podem falar com usuários e interagir com a onda, provendo informações de fontes externas como por exemplo o Twitter.
  • Embeded Wave: Essa é a forma de colocar uma onda em um blog ou site.

Exemplo de Gadgets

samplegadgets

Exemplo de robôs

robotstweet

Exemplo de aplicativos Embeded em site

embedsample

Você recebeu um convite ou conhece alguém que está usando o Google Wave?

Fonte: http://mashable.com/