Muitos artistas com o auxílio de engenheiros estão experimentando novas formas de criar e apresentar música.

Como as vendas de CD/Vinil continuam caindo a única saída para ganhar a vida com essa arte é fazendo apresentações ao vivo, acima de tudo o artista deve oferecer algo a mais para se sobressair da multidão, e também para que o público perceba o valor, e saia de casa (pague ingresso) para assistir o seu show.

Uma forma de fazer diferente é com interfaces alternativas, na semana passada fiz uma demonstração de como um projetor, controle do Nintendo Wii e uma caneta de Led podem se transformar em uma tela de TouchScreen gigante.

O projeto Low Frequency Entity Multi-Touch Bass Synthesizer do coletivo Subcycle Labs’ não custa tão barato mas tem uma apelo visual enorme.

Os toques e movimentos feitos na tela, são transformados em Midi e estas informações manipulam o Vst Massive da Native Instruments. Frequência do cut-off do filtro, ressonância, Lfo do filtro e bitcrusher foram alguns dos parâmetros selecionados.

Confira mais informações sobre o projeto no site do coletivo – http://www.subcycle.org/

Você acha interessante um controlador destes para o palco? Ou o lugar dele é em uma instalação interativa?

Fonte: http://www.synthtopia.com/content/2009/09/07/subcycle-labs-low-frequency-entity-multi-touch-bass-synthesizer/