fbpx

Este é o sétimo e último artigo da série “Aula com os mestres”.

Artigos anteriores:

Aula com os mestres – Como construir a introdução e a parte final de uma música
Aula com os mestres – Como criar e mixar o Kick e o Baixo
-Gustavo Bravetti – Como montar a introdução e a parte final de uma música
-Aula com os mestres – Criar e mixar a bateria de uma música (Open Hat, Close Hat, Snare e Loops)
-Aula com os mestres – Como fazer a mixagem
-Aula com os mestres – Como criar os breaks
-Aula com os Mestres – Como fazer automações

Gostaria de mais uma vez agradecer aos artistas que passaram conceitos, truques, dicas e manhas que qualquer produtor sozinho levaria décadas para desenvolver.  O mais interessante que eu percebi foi que muitas vezes a opinião de produtor era oposta da de outro, mas no fim das contas são apenas diferentes caminhos para chegar em um mesmo resultado.

Neste último artigo: Rafael Araújo (Nyllon), Android (Rússia), Reinaldo (Beat Gate e Swe Dagon), Mateus B., Claudinho Brasil, Dudu Nahas (D-Ignition), Alonso Figueroa e Rodrigo Lengning e César do projeto Ganjasonic revelam como fazem a masterização de suas músicas.

Dudu Nahas (D-Ignition)

dudu-nahas

Sempre mantenho minha mixagem perto do Odb. Masterizo no próprio Ableton, com equalizador e um compressor multibanda e o PSP Vintage Warmer, que possui um maximizador também.

Android (Rússia)

hardtechnoru051

Eu não faço as minhas masterizações eu envio as minhas músicas para um estúdio aqui na Rússia.

César (Ganja Sonic)

ganjasonic2

Após ter testado varias mixes diferentes e chegado a um bom resultado. A masterização vai acrescentar o que falta em termos de volume das partes da música, em termos de harmônicos, em temos de Rms e em termos de mercado.

Mateus B.

dj-mateus-b

Geralmente utilizo compressor de multibanda, limitador, compressor, analisador de espectro, gosto muito dos plug-ins da Sonalksys e Waves nesta hora. Tento obter um resultado próximo a -10 rms .

Alonso Figueroa (E-Level)

alonso-figueroa

Exportado da mixagem, próximo de 0db, abro um novo projeto e coloco o mix em um canal com um equalizador e um compressor multibanda. Em um canal ao lado, importo uma música de referência, para comparar a qualidade e o nível das bandas de freqüência utilizando analisadores de espectro. No equalizador, corto os extremos tanto do sub-grave quanto do agudo. Como compressor gosto de utilizar o PSP Vintage Warmer. É com ele que eu “moldo” a música até chegar no resultado desejado.

Reinaldo (Beat Gate)

beatgate

Para masterizar uso um Powercore, gosto muito do resultado dos compressores e do x5 algumas vezes uso o Izotop Ozone, Sonalkis, Psp, Voxengo. A escolha deles depende pois gosto de testar várias ferramentas e ver a diferença entre elas

Claudinho Brasil

claudinho-brasil

Faço minhas próprias masterizações, mas recentemente tenho experimentado masterizar em estúdio profissional até para deixar que outro ouvido possa avaliar, analisar e discutir comigo o que ainda pode ser feito neste tão delicado processo de retoque final. Duas cabeças pensam melhor que uma. Mas procure um parceiro que fale a mesma língua que você.

Rafael Araujo (Nyllon)

Rafael Araujo (Nyllon)

Utilizo o T-racks, não é o mais apropriado, mas para o momento me serve. Embora tenha a consciência de que é preciso sempre melhorar as masters.

Rodrigo Lengning

Rodrigo Lengning

Como não possuo experiência na área de masterização eu costumo usar pressets de softwares de masterização. Dificilmente eu realizo a masterização manualmente. Também já contratei profissionais para realizar a masterização de algumas de minhas músicas.